Estética

Uma mulher deve cuidar do seu peito ao longo da vida.

Ter uma criança vai ser um momento chave: entre o aumento de volume dos seios durante a gravidez e por vezes a amamentação, deve ter uma atenção particular ao seu busto.

Porquê?

Porque são submetidos a uma prova difícil.

Desde do início da gravidez, eles aumentam de volume: sente os seios tensos, até dolorosos e vê aparecer veias azuis. Como os seios não contêm nenhum músculo, tudo depende da tonicidade da pele. As hormonas femininas provocam sensações de tensão e levam ao aumento do volume da glândula mamária.

Depois do parto, a quebra da taxa hormonal provoca uma diminuição do volume dos seios. Estas variações de volume fragilizam a pele que pode perder elasticidade e relaxar.

Por isso, deve cuidar da pele do seu busto desde o início da gravidez e até ao fim do período de amamentação para evitar o seu relaxamento.

Para preservar a elasticidade dos tecidos, massaje os seus seios todos os dias efectuando movimentos circulares do exterior para o interior com um produto adaptado que ajude a prevenir o relaxamento cutâneo e que garanta uma hidratação reforçada.

Para desenvolver os músculos peitorais, que suportam o peito, pratique regularmente 2 exercícios:

  • O quebra-noz : palma contra palma, com os cotovelos à altura dos ombros, faça força inspirando. Segure durante 3 segundos e relaxe ao respirar. Repita o exercício 20 vezes.
    • O”X-U”: expire e inspire fortemente. Repita este exercício 15 vezes.

Não hesite em mudar o tamanho de soutien de acordo com o aumento do seu peito.

Sutiã de amamentação e quando?

Para muitas mulheres, mesmo antes de saberem que estão grávidas, existe aquele momento em que, na casa de banho, de pé em frente ao espelho, pensam: mas o que é que se passa com os meus seios!

Frequentemente, um dos primeiros sinais físicos da gravidez é uma alteração dos seios. Algumas mulheres reagem com uma sensação de plenitude ou ternura, outras pensam, na necessidade de um novo tamanho de sutiã.

Durante este período de mudança e de antecipação, é muito importante escolher um sutiã de amamentação adequado para toda a sua experiência de maternidade e amamentação.

Para que possa entender melhor este processo explicamos as diferentes etapas que uma mãe passa durante este maravilhoso período.

1º trimestre.

Refletindo alterações hormonais, o seu corpo vai mudar constantemente, nalguns momentos de forma mais visível do que noutros. E estas mudanças afetam a maneira como o seu sutiã se ajusta. Por isso é importante que escolha um sutiã macio, sem costuras e confortável.

2º trimestre

Irá notar mudanças no tórax e nos seios. Por exemplo, se utilizar um 34B antes da gravidez, começará a sentir-se apertada e ficará mais confortável com um 36C. Escolha um sutiã que seja também discreto.

3º trimestre

No último trimestre, ainda se sentirá bem no seu sutiã 36C adotado aos 3 meses de gravidez. O melhor momento para passar para um sutiã de amamentação é às 36 semanas, quando o seu corpo se está a preparar para o parto e para a amamentação. Agora, poderá sentir-se mais confortável numa copa maior.

Parto

3-4 dias após dar à luz, os seus seios estão significativamente maiores e mais pesados. Aumentou em, pelo menos, uma copa, mas sente alívio no tórax, agora que o bebé nasceu.

Amamentação

Alguns dias após o nascimento, aparece-lhe o leite. Provavelmente, já terá aumentado mais uma copa. As alterações no seu corpo começarão a abrandar, mas dê tempo a si mesma para serenar e aprender a estabelecer um ritmo de amamentação com o seu bebé. O conforto e a respirabilidade são aspetos fundamentais.

 

Com tudo isto recorde que existem sutiãs que podem ser utilizados durante todo este período como é o caso da Medela,  já que para além de serem confortáveis contêm materiais suaves e flexíveis, que se adaptam ao seu corpo em mudança